Erro na Linha: #83 :: file_put_contents(): Only 0 of 21744 bytes written, possibly out of free disk space
/var/www/html/system/Helpers/View.class.php


Gate: Jieitai Kanochi Nite, Kaku Tatakaeri - Dream Animes

Erro na Linha: #83 :: file_put_contents(): Only 0 of 24959 bytes written, possibly out of free disk space
/var/www/html/system/Helpers/View.class.php


Gate: Thus the JSDF Fought There!, GATE, GATE(ゲート)自衛隊 彼の地にて、斯く戦えり


Gêneros: Ação, Militar, Aventura, Fantasia
Episódios: 12
Status Atual: Completo
Autor: Takumi Yanai
Estúdio: A-1 Pictures
Tipo: Legendado
Ano: 2015
Temporada: Verão
Classificação: 18 anos

Nota: star 7.82 (2034111 votos)

Aberturas: "GATE: Sore wa Akatsuki no you ni (GATE??????????)" - Kishida Kyoudan
Encerramentos: #1: "Prism Communicate (???????????)" - Rory (Risa Taneda), Tuka (His
#2: "GATE: Sore wa Akatsuki no you ni (GATE??????????)" - Kishida Kyo

Tags:  

Estatísticas do Anime:

Pausaram
Assistiram
Assistindo
Pretendem Assistir
Desistiram

Personagens:



Gate: Jieitai Kanochi Nite, Kaku Tatakaeri

Um portal aparece no distrito de Ginza, em Tóquio, em pleno século 21. Monstros surgem por esse portal, além de cavaleiros da Idade Média europeia e outros seres de histórias de fantasia, os quais matam muitos civis de Tóquio. Este acontecimento ficou conhecido como Caso de Ginza. O governo envia um pequeno grupo de soldados das Forças de Defesa Japonesa pelo portal para o outro mundo. Liderado pelo soldado otaku Youji, eles descobrem que as pessoas dali estão sendo atacadas por um dragão.

star Rank #1200 Mais Votado
favorite Rank #322 Mais Popular

Erro na Linha: #83 :: file_put_contents(): Only 0 of 2992 bytes written, possibly out of free disk space
/var/www/html/system/Helpers/View.class.php


Simples mais envolvente ·

Afirmo que não gosto muito dessa maneira de dividir a série por vinte e quatro episódios em duas partes, pois, na minha opinião, elas interrompem o fluxo da história e não nos permitem desfrutar plenamente dela. No entanto, após esta pequena explosão pessoal, eu me vejo forçado a admitir que "Gate: Jieitai Kanochi nite, Kaku Tatakaeri", anime de 2015, eu gostei muito.

Um enredo particular, que começa de uma forma clássica a se desenvolver de uma maneira que não está de acordo com a regra. O gênero é de fantasia / aventura, mas, como veremos mais adiante, duas frentes podem ser observadas, por um lado, demônios, magia e assim por diante.Porque, e digo isso em voz alta, a beleza de "Gate" está no contínuo confronto entre o mundo moderno, em particular o Japão, e o mundo de fantasia, típico das séries de anime mais clássicas mais vamos pra analise.

De repente, um portal se abre no meio de Tóquio e dele saem dragões, orcs e outras criaturas estranhas que começam a abater a população. Felizmente, as agências policiais intervêm prontamente e de alguma forma conseguem conter a invasão. No entanto, a situação continua crítica.Recuperando-se do choque inicial, o governo responde com armas, enviando um contingente armado que consegue derrubar o imenso exército adversário que os encontrou sem muitos trabalhos. Por outro lado, se seu inimigo tem uma espada, é melhor você ter uma metralhadora pronta para uso. Dois mil anos de história têm uma influência considerável, e assim o Japão vem estabelecer um pequeno acampamento neste mundo completamente desconhecido por tras do portal que foi aberto.

A história real, no entanto, apresenta Youji Itami, um soldado que tem uma paixão por anime e mangá. Durante o ataque, ele estava indo para uma "feira", mas a invasão causou o cancelamento. Obviamente, apesar do desprazer, ele se lança imediatamente para resgatar civis e sempre será ele quem, no outro mundo, representará o soldado mais empreendedor.Vamos começar com nossa análise com os vários personagens, porque, como esperado de um anime de guerra, deveria haver muitos, e assim é. Entre o exército indígena e os japoneses, serão apresentadas muitas figuras diferentes, mesmo que, imediatamente, fique claro para nós qual terá um papel real na história. Itami é, sem dúvida, o protagonista, mas, ao contrário de muitas outras animes, ele não será o único ator neste grande palco. Um elemento muito positivo da série é que a história nos será apresentada do ponto de vista de muitos personagens diferentes, de modo que toda a história compre uma miríade de facetas distintas.

O grupo principal, que vê Itami no centro, é composto principalmente por jovens garotas, e entre elas encontramos Tuka, uma elfa encantadora, também temos uma recentemente órfão de seu pai, Lelei, um pequeno maga humano, e Rory, uma espécie de divindade da morte, que com sua roupa gótica lolita e sua maquiagem sensual só pode ser minha favorita, uma princesa ilegítima do império e uma que lutará pela paz mais do que qualquer outra pessoa, outros serão adicionados, com o transcorrer dos episódios, os quais, de uma maneira ou de outra, darão algo próprio e original à série. Além dos múltiplos caracteres, deve-se observar como cada um deles consegue assumir uma forma adequada, sem cair em monotonia. Talvez isso seja um pouco perceptível em relação aos vários soldados e oficiais japoneses, mas certamente não para os heróis do império. Gerenciar todos esses números e, acima de tudo, fazê-los crescer durante a série não foi nada fácil, mas, mais ou menos, todos sabiam como mudar, episódio após episódio.

Quanto à história, não acontece muita coisa, ou melhor, não há objetivo real. De fato, os eventos se desenvolvem de maneira bastante realista e, como tal, incômodos em alguns lugares. Itami e seu grupo vão ser um canhão solto, capaz de quebrar o equilíbrio e torná-lo um pouco mais emocionante, tanto por suas desventuras quanto pela comédia da empresa esmagada. Entre intrigas políticas e ataques aéreos, o Japão mostra toda a sua superioridade militar a um império agora em desordem. O objetivo não será de fato derrotar um inimigo em particular, mas mostrar a integração gradual entre duas culturas diferentes.Os gráficos são muito bonitos, com cores e tons vibrantes, que, em determinadas situações, literalmente explodem em uma miríade de cores e sensações. Bonito também os fundos, que tendem a manter um "efeito de design" bastante marcado.

Os vários protagonistas têm traços bastante consonantes com o gênero, mas na verdade a intenção era justamente enquadrá-los e classificá-los como estereótipos de uma raça particular, seja ela a élfica, humana, divindade e assim por diante. Apesar disso, eles fascinam com seus traços simples, mas espontâneos, e com movimentos realistas e fluidos.A música representa mais um toque de classe e, embora não seja esmagadora, envolve o espectador em todos os eventos principais e outros. A dublagem é bem cuidada e a direção é boa, o que tem conseguido enfatizar ao máximo os pontos fortes desta comédia. "Portão" não será uma verdadeira obra-prima, mas ao mesmo tempo não pode ser considerado chato ou de má qualidade. Embora a forte presença de personagens femininas não caia no gênero do harém, de fato, em alguns aspectos, Itami é o único que não encontrará, pelo menos por enquanto, a alma gêmea (ou talvez não queira encontrá-la ainda).

O trabalho continua de forma cadenciada, sem abandonar-se a explosões caóticas, e o final reflete exatamente essa tendência. A situação está parcialmente resolvida e, em certo sentido, pode até parecer uma conclusão adequada, mas ainda há muito a dizer. Na verdade, não tem um enredo real, não há objetivo a resolver, a não ser alcançar da melhor maneira uma coexistência pacífica entre esses dois mundos completamente diferente.

 
Avaliação Geral: 4 sentiment_satisfied - Animação: 4 sentiment_satisfied - Trilha Sonora: 4 sentiment_satisfied - Enredo: 4 sentiment_satisfied - Personagens: 5 sentiment_very_satisfied

Termos de Uso - DMCA Notification - Regras do Site - Alterar Tema
© 2019 Dream Animes - Carregado em: 0.32249402999878